Como a entrevista vem sendo cada vez mais incorporada como uma estratégia decisiva no processo de seleção, muitas empresas optam por realizar uma entrevista preliminar com os candidatos.

Na maior parte das vezes esta entrevista tende a ser realizada por pessoal especializado, da área de recursos humanos, com um nível compatível com o cargo em questão. De modo que para os cargos executivos o entrevistador será, normalmente, um diretor ou gerente de recursos humanos.

Para os cargos gerenciais / técnicos / executivos, esta entrevista - que tem uma abrangência necessariamente menor que uma entrevista tradicional - serve como uma primeira avaliação do candidato.

O escopo desta entrevista se relaciona especificamente a alguns aspectos do contexto profissional. Podem ser abordados assuntos como: linha de trabalho, perfil profissional, expectativas em relação ao cargo e à empresa, revisão do histórico profissional, perfil socioeconômico, sociocultural e mesmo político.

Não é comum, mas uma entrevista preliminar poder ser realizada pelo seu futuro superior imediato. Isto é possível em empresas de menor porte, empresas em que o processo de seleção é realizado diretamente pelos interessados das áreas e para candidatos que chegam à empresa de forma diferenciada - por indicação, através de consultoria, através da criação de oportunidade, etc.

De qualquer forma, quem quer que seja o entrevistador na entrevista preliminar, seu desempenho deve se pautar pela observância dos procedimentos que indicamos e que visam qualificar sua postura durante a entrevista.

Um dos maiores erros do candidato é desconsiderar entrevistadores que ele julga desqualificados para entrevistá-lo, os quais, em função deste tipo de postura do candidato, terminam por não selecioná-lo para as próximas etapas.

Não cometa esse erro. Trate seu interlocutor com respeito profissional e considere que ele tem, naquele momento, poder para avaliá-lo.

Na Entrevista

  • < Anterior